Contabilidade

- ANO LECTIVO DE 2020/2021 -

De acordo com as normas aplicadas pelo Gabinete de Relações Internacionais e Mobilidade Internacional, estão abertas as candidaturas para a mobilidade extracomunitária que terminarão no dia 23 de Março de 2020.

Para ter acesso aos formulários de candidatura, os estudantes terão de ler as normas que se seguem e clicar onde diz "tomei conhecimento". A partir daí estarão habilitados a candidatar-se a uma mobilidade extracomunitária.

Nas Universidades Lusíada, o programa de mobilidade extracomunitária manterá as seguintes normas:

  • O estudante pagará uma caução, cujo valor é de 60 €, sendo-lhe devolvido quando chegar ao país de destino. A desistência não implica devolução, nem a desistência de um ano "congela" a caução se o estudante garantir que vai no ano seguinte, ou seja, não há transmissibilidade de caução. Se o aluno desistir e pagou, já não receberá a devolução a não ser em condições muito excepcionais, analisadas pelo Senhor Reitor e pelo Coordenador do Gabinete.
  • A avaliação do estudante mantém-se segundo as regras do sistema ECTS, sendo que as notas da turma de origem são um elemento a ter em conta.
  • Algumas universidades brasileiras exigem o pagamento de uma propina administrativa. Para mais informações, deve consultar a página web das instituições parceiras.
  • As condições de triagem e requisitos relativos à mobilidade extracomunitária são semelhantes à triagem e condições do programa Erasmus+.

As colocações são provisórias até ao momento em que se verifique que o candidato reuniu as condições de legibilidade. A condição de efectividade dar-se-á a partir do momento em que o candidato termine os seus estudos no presente ano lectivo (2019/2020) e se verifique que não houve uma alteração da situação académica a seu desfavor. Nos finais de Junho, serão publicadas online as listas das colocações definitivas [+info].

 

* Required
escort pendikmaltepe escort